zoom

Entrevista: Linkin Park fala sobre disco novo e show no Brasil


Conversamos por telefone com o guitarrista da banda, Brad Delson, que concedeu essa entrevista exclusiva ao site

02-linkin-park-press-photo-credit-james-minchin-2017-billboard-1548

O Linkin Park é uma das bandas de rock mais bem sucedidas deste século. Quase todos os seus álbuns de estúdio estrearam no topo das paradas e enfileiraram hits nas principais rádios do mundo. Para ter uma noção do impacto da banda no mainstream, o fenômeno Hybrid Theory (lançado em 2000) foi o único a não sair como número 1 da Billboard, mas ultrapassou a marca de 10 milhões de cópias vendidas, com direito a disco de diamante nos Estados Unidos.

De volta ao Brasil como atração principal do Maximus Festival, a banda se prepara para mais um desafio com o lançamento de seu novo disco, One More Light, que estará disponível ao público no próximo dia 19. Por telefone, o guitarrista Brad Delson, falou conosco sobre este momento da banda e adiantou o que os fãs podem esperar desse novo álbum. De acordo com Brad, o grupo atravessa uma fase mais particular. “Esse novo disco é uma coisa que veio da própria alma, com canções mais pessoais. Posso dizer que ele revela a essência da banda hoje”, afirma.

Quando falamos de Linkin Park, a primeira coisa que vem à cabeça é o rock fundido de guitarras pesadas, pianos e vocais rap que conquistou o planeta nos megahits “In The End“, “Crawling” e “Faint“. No entanto, o primeiro single do disco, “Heavy“, é estilisticamente diferente do que os fãs ouviram da banda no passado. O mesmo acontece no outro single “Good Goodbye“, que traz as participações de dois grandes nomes do rap e hip hop da atualidade, Pusha T e Stormzy. Para Brad Delson, essas novas músicas servem para quebrar alguns paradigmas e evidenciam o novo momento do grupo.

O que a gente está fazendo agora é algo muito mais nosso. Com novos elementos e que ultrapassam a linha do emocional. Isso realmente quebra um pouco o que era antes e mostra o que está acontecendo hoje dentro da banda. É um som mais honesto!

A abordagem diferente na hora de compor o novo trabalho serve como indício de que o novo álbum, One More Light, siga um caminho pop, puro e simples. Tanto que para escrever “Heavy”, eles se juntaram a Justin Tranter e Julia Michaels, responsáveis ​​por singles de sucesso de artistas como Demi Lovato, Selena Gomez e Jason Derulo. Será que a banda estaria preocupada com uma suposta recepção negativa dos fãs? O guitarrista é enfático: “O importante é estarmos passando algo que seja real. E One More Light é o que somos hoje em dia”.

Com quase vinte anos de carreira, o Linkin Park viveu um dos melhores momentos da indústria fonográfica nos anos 2000, vendendo aproximadamente 70 milhões de discos no mundo inteiro. Algo que hoje em dia, com a chegada da internet, acabou tornando-se cada vez mais raro. No entanto, eles vêem essa nova realidade com bons olhos. Brad diz que o grupo sempre gostou de utilizar as plataformas virtuais como forma de expandir seu legado. Segundo ele, “independente de que tempo você estiver, sempre será compartilhado o que você faz”. E qual a expectativa da banda para o show no Maximus Festival, que acontece neste sábado (13), no Autódromo de Interlagos?

A melhor possível! Nós estamos muito animados de estarmos voltando ao Brasil. Temos fãs muito apaixonados aí. O público tem uma energia muito diferente no Brasil se comparado a outros países. E nós também procuramos retribuir isso de uma forma muito honesta. Vai ser ótimo retornar à São Paulo para tocar no Maximus.

Além da boa relação com os fãs, Brad Delson diz adorar a cultura brasileira, principalmente no que se trata de música. Quando questionado sobre algum artista brasileiro preferido, ele diz que a sua adoração é mais pelos ritmos tradicionais. “Eu não saberia dizer nenhum nome específico de artistas brasileiros. O que me atrai mesmo é a música tradicional brasileira, como samba, por exemplo”. Essa é a quinta vez que o Linkin Park vem ao Brasil, mas o guitarrista guarda com emoção a sua primeira vinda à São Paulo, que aconteceu há mais de uma década.

Quando penso em Brasil, a primeira coisa que me vem à mente é o show no Chimera Music Festival no Morumbi para mais de 70 mil pessoas. Foi uma noite inesquecível. Uma das melhores da nossa carreira com toda certeza.

O Linkin Park é a principal atração do Maximus Festival e vai se apresentar no Palco Maximus, às 21h, deste sábado no Autódromo de Interlagos. Essa é a primeira oportunidade dos fãs brasileiros conferirem ao vivo algumas das novas músicas de One More Light, que estará nas lojas na próxima semana. “Já estamos tocando algo em torno de quatro músicas novas e o Brasil vai poder conferir isso”, finalizou o guitarrista em tom de promessa.

Por Bruno Eduardo, Midiorama em parceria Rock On Board


Deixe seu comentário


Envie sua matéria


Anexar imagem de destaque