press

CAZAS DE CAZUZA: Musical está de volta em tributo aos 30 anos sem Cazuza – Início de temporada adiado


Devido aos problemas com a Covid-19, as apresentações inicialmente marcadas entre os dias 10 e 12 de abril, foram adiadas para datas a serem anunciadas em breve, de acordo com o comunicado abaixo


O Vivo Rio e os produtores do musical Cazas de Cazuza, programado para ocorrer entre os dias 10 e 12 de Abril, informam que os espetáculos não poderão mais ser realizados nas datas marcadas devido às consequências e implicações da pandemia de Covid-19.

Em respeito às medidas oficiais e à segurança do público e dos profissionais envolvidos, os eventos serão adiados para novas datas que serão anunciadas tão logo se tenha a certeza de que poderão acontecer sem oferecer riscos aos participantes.

Gostaríamos de solicitar ao público que já garantiu seus ingressos para que os mantenham e assim possam colaborar para que o evento ocorra em toda a sua grandiosidade assim que for remarcado, uma vez que todos os ingressos valerão para as novas datas. Aqueles que optem pela devolução dos ingressos, devem procurar o canal de vendas onde foi feita a compra.

A remontagem deste musical após 20 anos é um sonho de muitos, queremos que ele aconteça da melhor maneira possível e seja inesquecível .

Contamos com o apoio de todos para que, juntos, possamos transformá-lo em realidade o mais breve possível.


“O tempo não para, não para não, não para…”

Já se passaram 30 anos desde que Cazuza, um dos maiores poetas da história da música brasileira, nos deixou. Suas letras e canções, sua imagem irreverente e, principalmente, sua mensagem, não nos deixaram esquecer de sua marca e legado.

Em 2000, na virada do milênio, dez anos depois de sua morte, um grupo de jovens paulistanos, em sua maioria amadores, fizeram aquela que seria a primeira  grande homenagem a sua obra.

Escrita e dirigida por Rodrigo Pitta, então com 22 anos, “Cazas de Cazuza” chamou atenção por apresentar uma genuína ópera-rock nacional com arranjos e textos inéditos, que ousava transformar canções de rock emblemáticas em um musical  “estilo Broadway”, muito antes do Brasil ter se transformado em um polo consumidor e criativo de espetáculos do gênero.

O elenco afiado e afinado, formado por atores cantores desconhecidos da mídia, do teatro ou da tevê, foi outro fator que fez o espetáculo se transformar em fenômeno e lotar grandes casas de espetáculo e teatros como o Tom Brasil em São Paulo e o Canecão no Rio de Janeiro por várias semanas.

Cazas de Cazuza” causou “frisson” como se dizia antigamente, teve excelentes críticas, reuniu em sua platéia uma gama impressionante de personalidades e seu elenco foi convidado para se apresentar em programas de Fausto Silva, Jo Soares e Hebe, entre muitos outros lideres de audiência. Por onde passou, o espetáculo ganhou destaque na capa de jornais, chegou a virar tema de tese em universidade e, até hoje, é grande o número de pessoas que gostaria de revê-lo ou assisti-lo pela primeira vez.

Em menos de 50 apresentações, “Cazas de Cazuza” cumpriu sua missão, realizou  o sonho de jovens desconhecidos mas, desde então, nunca mais foi assistido. Sua trilha sonora, lançada em CD pela SOM LIVRE, é hoje vendida como item raro no “Mercado Livre” e nas escolas de teatro musical como a CEFTEM, no Rio de Janeiro, o espetáculo é cultuado por uma geração que nem havia nascido quando foi montado.

Este ano, em meio aos eventos que marcam 3 décadas sem Cazuza, o musical será montado com novo elenco no Vivo Rio no Rio de Janeiro para apenas 3 apresentações comemorativas, dias 10, 11 e 12 de Abril.  Os ingressos já estão a venda no site da Eventim e parte da renda  será destinada à Sociedade Viva Cazuza.

O novo elenco para CAZAS DE CAZUZA

Em audições realizadas no último mês, foram escolhidos os atores/cantores para a nova versão do musical:

Bete: Alina Cunha
Déco: Yann Dufau
Mia: Ludmilla Brandão
Enrico: Gabriel Stauffer
Ernesto: Reynaldo Machado
Vera: Maria Bia
Dornelles: João Velho
Justo: Rodrigo Salvadoretti

Coro: Pedro Mussum Neto, Rodrigo Fernando, Taua Delmiro, João Alves, Celso Luz, Larissa Venturini, Sarah Chaves.

“Cazas de Cazuza foi a primeira grande homenagem feita a Cazuza e agora, 20 anos depois, ainda é tão atual! Eu fui ver todos os dias no Canecão e a cada dia era uma nova  emoção. Não é uma biografia, não é um filme, são variações sobre um mesmo tema falando das várias facetas do Cazuza. É um musical muito bonito e vocês não podem perder, corram para comprar os ingressos”, declara Lucinha Araújo, Presidente da Sociedade Viva Cazuza e mãe do cantor.

Foto de cena com elenco da montagem original

SERVIÇO

Data: A CONFIRMAR
Local: Vivo Rio
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo, Rio de Janeiro, RJ.
Classificação etária: 18 anos.

Vendas ON LINE: Eventim

Atenção: para setores com mesa, a compra de um ingresso garante um assento na mesa selecionada, mas não em uma cadeira específica. Os assentos são ocupados por ordem de chegada. 

Valores:

Camarote A     R$ 220,00
Camarote B     R$ 160,00
Camarote C    R$ 100,00
Frisa                R$ 150,00
Setor 1            R$ 220,00
Setor 2            R$ 190,00
Setor 3            R$ 170,00
Setor 4            R$ 150,00
Setor 5            R$ 100,00

Confira aqui as leis de meia-entrada, identificando quem tem direito ao benefício e os documentos comprobatórios.

25% de desconto sobre o valor da inteira para clientes Vivo Valoriza na compra de até 02 ingressos. Para comprovar seu cadastro no programa, basta enviar um SMS para o número 1058 com a palavra VALORIZA. Para clientes Vivo Fixo, Vivo Internet e Vivo TV, basta apresentar a última conta paga. Disponível apenas para compra na bilheteria do Vivo Rio.

A bilheteria do Vivo Rio possui atendimento de terça-feira à sexta-feira, de 11h às 18h – sábados e domingos de 15h às 18h.

Em dias de espetáculos, a bilheteria funcionará até o início do evento. Em feriados, verificar em nossas redes sociais os horários especiais.


A MIDIORAMA é responsável pela ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO deste evento, não tendo qualquer envolvimento ou responsabilidade sobre a produção, organização, venda de ingressos, agenda ou programação. Qualquer assunto relacionado à venda de ingressos deve ser tratado diretamente com a empresa responsável por sua comercialização.


Formulário de credenciamento


Instituição

Editoria

Credenciado 1


Deixe seu comentário


Envie sua matéria


Anexar imagem de destaque