press

The Killers e Twenty One Pilots se apresentam no Festival GPWeek que acontecerá no Allianz Parque


Além dos headliners, Hot Chip, The Band Camino e Fresno fazem parte do lineup que irá acelerar São Paulo no dia 12 de novembro

Ingressos já estão à venda em gpweek.com.br

O final de semana mais movimentado do calendário paulistano ganha um reforço em 2022: o GPWeek, festival de música que antecede à etapa do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, reunindo no dia 12/11 no Allianz Parque as bandas: The Killers, Twenty One Pilots, Hot Chip, The Band Camino e Fresno. O projeto é apresentado pelo C6 Bank e tem a assinatura e realização da 30E – Thirty Entertainment.

A primeira edição do GPWeek celebra os 50 anos do esporte no Brasil e reforça a conexão do automobilismo com a música. O festival, que começa durante o dia e vai até o anoitecer, promete mais de sete horas de show com apresentações que misturam ritmo e experiência.

O The Killers, um dos maiores artistas do mundo, prometem trazer um mix dos seus sucessos; já o Twenty One Pilots, duo americano com bilhões de streams e inúmeros certificados de platina se apresentam pela terceira vez no Brasil. Também sobem ao palco o Hot Chip, ícones da música eletrônica mundial, que voltam a cena no festival, o  The Band Camino, uma nova promessa em ascensão do pop rock norte-americano e os brasileiros da Fresno, que confirmam a volta do emo e do rock nacional, e garantem um show histórico e muito aguardado pelos fãs.

O C6 Bank é o apresentador do projeto, levando para o Allianz Parque a excelência de seus serviços e trazendo benefícios para clientes do banco. Ingressos estão disponíveis em gpweek.com.br e clientes C6 Bank poderão  parcelar o ingresso em até 10x sem juros no cartão. Mais informações em SERVIÇO abaixo.

 As atrações do GPWeek

The Killers

Formado em 2001 em Las Vegas, EUA, o The Killers é atualmente considerado um dos artistas de maior sucesso do século XXI. Com Brandon Flowers (vocal e sintetizador), Dave Keuning (guitarra e backing vocal), Ronnie Vannucci (bateria) e Mark Stoermer (baixo e backing vocal) em sua formação, eles lançaram seu álbum de estreia, Hot Fuss, em 2004, atraindo imediatamente a atenção da crítica, que não poupou elogios ao grupo, e do público, que transformou os singles “Somebody Told Me” e “Mr. Brightside” em grandes sucessos.

Se o primeiro álbum teve um som dançante, no segundo, Sam’s Town, a banda apresentou mais influências do rock, e o sucesso permaneceu o mesmo. Três novos álbuns, Day & Age, Battle Born e Wonderful Wonderful, foram lançados entre 2008 e 2017, para uma resposta arrebatadora entre críticos e fãs de música.

Imploding the Mirage chegou no final de 2020. A banda já vendeu mais de 28 milhões de discos em todo o mundo, incluindo 10,8 milhões de cópias apenas nos Estados Unidos, e já se apresentou em mais de cinquenta países de seis continentes. Pressure Machine foi outro álbum elogiado pela crítica lançado em 2021. Seu último trabalho, o single Boy, acaba de ser lançado e já é um grande sucesso.

 Twenty One Pilots

Vencedora do GRAMMY® em 2017, a banda americana Twenty One Pilots é considerada hoje um dos grupos que definiu o som de toda uma geração. Com bilhões de streams e dezenas de certificações multiplatina em todo o mundo, a dupla natural de Columbus, nos Estados Unidos, OH – Tyler Joseph e Josh Dun, formada em 2009, consagrou-se por uma história única no atual panorama musical.

Dois de seus álbuns, Vessel, de 2013 e Blurryface, de 2015 (o terceiro e o quarto em sua carreira) tiveram todas as suas músicas certificadas como ouro ou platina pela RIAA, o que torna a dupla o primeiro artista / grupo com dois álbuns a alcançar esta conquista histórica.

E não pararam por aí: Trench, de 2018, recebeu uma nova indicação ao Grammy e foi listado com um dos principais álbuns do ano pela Billboard, KERRANG!, Alternative Press e Rock Sound. O mais recente trabalho da banda, Scaled And Icy, de 2021, estreou em primeiro lugar nas paradas “Rock Albums” e “Alternative Albums” da Billboard, em terceiro lugar no “Billboard 200”, e se transformou na maior semana de abertura de um álbum de rock em 2021, gerando uma coleção de hits.

Hot Chip

Ao longo dos últimos 22 anos, a banda britânica Hot Chip, formada em Londres, no Reino Unido, se estabeleceu entre os ícones da música eletrônica, ao lado de nomes como Pet Shop Boys e Depeche Mode, não coincidentemente todos oriundos também do Reino Unido.

São duas décadas em que o grupo estabeleceu uma verdadeira ponte entre os mundos da música pop e dance, com um catálogo de canções que movem corpos e tocam corações com o mesmo impacto. Oito álbuns depois de seu lançamento, a banda continua no topo – nesse último outono eles se apresentaram em uma residência de várias noites na prestigiosa Brixton Academy – e continuam a trabalhar com sucesso as onze músicas de seu mais recente álbum, Freakout/Release, uma prova de que a banda não está nem perto de desacelerar.

O oitavo álbum das lendas do pop eletrônico britânico é outro pico vertiginoso em uma carreira de décadas que viu o Hot Chip continuar inovando e desenvolvendo uma composição rica e ressonante.

The Band Camino

Depois de mais de cinco anos como banda, The Band Camino nunca se sentiu mais confiante em sua música. Agora, eles têm um álbum auto-intitulado para provar isso. Seu mais novo trabalho, The Band Camino, lançado pela dblblk/Elektra Records, expande o pop de guitarra que o grupo introduziu com seu EP de estreia tryhard em 2019. O trio pop-rock (Jeffery Jordan e Spencer Stewart, cantores/guitarristas, e o baterista Garrison Burgess) foram aprimorando seu som dinâmico Band Camino desde que se mudou de Memphis para Nashville em 2018.

Seu crescimento foi amplamente estimulado pela descoberta bruta, chamando a atenção de Taylor Swift, que incluiu a música reflexiva da banda Berenstein em “Songs I’m Loving Right Now”, lista de reprodução em 2018.

A magia também parece evidente para os fãs. The Tour Camino, um show com mais de 40 anos na América do Norte turnê de março a junho de 2022, incluiu paradas esgotadas no famoso Ryman Auditorium em Nashville e Terminal 5 em Nova York.

Fresno

Formada em 1999, em Porto Alegre (RS), a Fresno trilhou uma carreira que a coloca em um lugar único no panorama do rock brasileiro. “Único” pelo fato de que nem a banda nem seu público se prenderam a serem representados por hits de rádio de uma década atrás. Auto-gerida desde a saída de uma major, a banda passou a produzir os seus próprios álbuns, trazendo novas referências a cada um deles, expandindo sua paisagem sonora que, hoje, é tão ampla quanto se pode ser. Desde álbuns quase  progressivos como, ‘Infinito’, até trabalhos inteiramente sinfônicos, como o da ‘Sinfonia de Tudo que Há’, a banda foge de caminhos óbvios e previsíveis.

Não à toa, o seu público se acostumou a esperar pelo inesperado. O álbum ‘Sua Alegria Foi Cancelada’ (2019), por exemplo, trouxe uma nova guinada sonora, com sintetizadores analógicos distorcidos e guitarras – ora ásperas, ora espaciais – sublinhando os versos entoados por Lucas Silveira, mais sinceros e desoladores que nunca. Em 2021, a Fresno vasculhou o seu HD e apresentou aos fãs a playlist INVentário. Com 21 faixas lançadas ao longo de 45 dias, o projeto apresentou camadas, possibilidades e formatos ainda não experimentados pelo grupo até aqui.

No dia 5 de novembro, um novo capítulo se iniciou, com o lançamento do nono disco da discografia do, agora, trio – formado por Lucas Silveira (vocais e guitarra), Gustavo Mantovani (guitarra) e Thiago Guerra (bateria). Intitulado Vou Ter Que Me Virar, o novo álbum traz a participação de Lulu Santos. A estreia do novo repertório se deu de forma catártica no Lollapalooza Brasil e segue enchendo casas de shows Brasil afora.

O setlist da turnê de Vou Ter Que Me Virar contempla não só as novas canções, como também clássicos que marcaram a carreira do grupo. “É um desafio enorme montar o repertório, porque é impossível agradar a todos, sempre vai ter uma canção que fica de fora e é a favorita de alguém”, pontua Lucas. É por isso que o trio  incluiu um momento acústico (e de várias possibilidades) no meio do show. “Essa é a hora do improviso. A cada show, fazemos um apanhado de músicas diferentes. Já tivemos desde músicas do nosso primeiro disco a cover com a participação do McFly. Até agora, não repetimos uma”, brinca.

SERVIÇO

Data: 12 de novembro de 2022
Local: Allianz Parque
Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca, São Paulo – SP, 05001-200
Classificação etária: 15 anos. De 05 anos a 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsáveis legais. Não será permitida a entrada de crianças menores de 05 anos no evento.

Setores e Preços:

Paddock C6 Bank Mastercard: R$ 995,00 (meia-entrada legal) | R$ 1.592,00 (clientes C6 Bank Mastercard) | R$ 1.990,00 (inteira)
Pista VIP Box: R$ 495,00 (meia-entrada legal) | R$ 990,00 (inteira)
Pista: R$ 270,00 (meia-entrada legal) | R$ 540,00 (inteira)
Cadeira Inferior: R$ 340,00 (meia-entrada legal) | R$ 680,00 (inteira)
Cadeira Superior: R$ 170,00 (meia-entrada legal) | R$ 340,00 (inteira)

Parcelamento em até 10x sem juros para clientes C6 Bank em todos os ingressos e até 5x sem juros para demais meios de pagamento.

Sobre o C6 Bank

O C6 Bank é um banco completo, lançado em 2019, que superou a marca de 16 milhões de clientes no Brasil em abril de 2022. Sem agências físicas, a instituição financeira já tem em seu portfólio mais de 40 produtos e serviços, incluindo conta corrente isenta de taxa de manutenção, cartão sem anuidade, transferências e saques gratuitos, tag de pedágio, crédito, programa de pontos, Conta Global, plataforma de investimentos com ativos do Brasil e do exterior, marketplace com mais de 60 mil itens, entre outros. O C6 Bank atende pessoas físicas, MEIs e PMEs e está presente em 100% dos municípios brasileiros. Em junho de 2022, foi eleita uma das melhores empresas para LGBTI+ trabalhar pela Human Rights Campaign Foundation (HRC), em parceria com o Instituto Mais Diversidade e o Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+. É o único banco brasileiro a integrar o consórcio internacional Cybersecurity at MIT Sloan (CAMS), do Instituto de Tecnologia de Massachusetts. Mais informações sobre o banco em https://www.c6bank.com.br.

Sobre a 30E – Thirty Entertainment

A 30E – Thirty Entertainment representa a nova geração do entretenimento ao vivo. Atuando em duas grandes frentes – Festivais e Grandes Turnês -, a empresa vem desenvolvendo o posicionamento “Delivering Happiness”, que traduz uma atuação mais preocupada com a experiência do público e das marcas. A 30E opera com grandes heads e contratos de partnership exclusivos com as principais companhias do mercado de entretenimento mundial.


A MIDIORAMA é responsável pela ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO deste evento, não tendo envolvimento ou responsabilidade sobre a produção, organização, venda de ingressos, agenda ou programação. Qualquer assunto relacionado à venda de ingressos deve ser tratado diretamente com a empresa responsável por sua comercialização.


Serviço


São Paulo 12 de novembro (Allianz Parque)

Data:
12 de novembro

Local:
Allianz Parque (Av. Francisco Matarazzo, 1705 - Água Branca, São Paulo - SP)

Horário:
a ser informado

Abertura dos portões:
a ser informado

Classificação:
15 anos. De 05 anos a 14 anos somente acompanhados dos pais ou responsáveis legais. Não será permitida a entrada de crianças menores de 05 anos no evento

Mais informações:

Setores e Preços:

Paddock C6 Bank Mastercard: R$ 995,00 (meia-entrada legal) | R$ 1.592,00 (clientes C6 Bank Mastercard) | R$ 1.990,00 (inteira)
Pista VIP Box: R$ 495,00 (meia-entrada legal) | R$ 990,00 (inteira)
Pista: R$ 270,00 (meia-entrada legal) | R$ 540,00 (inteira)
Cadeira Inferior: R$ 340,00 (meia-entrada legal) | R$ 680,00 (inteira)
Cadeira Superior: R$ 170,00 (meia-entrada legal) | R$ 340,00 (inteira)

Parcelamento em até 10x sem juros para clientes C6 Bank em todos os ingressos e até 5x sem juros para demais meios de pagamento.

Formulário de credenciamento


Instituição

Editoria

Credenciado 1


Deixe seu comentário


Envie sua matéria


Anexar imagem de destaque